Energia elétrica: Secretaria investiga “gato” em casa de delegado Regional

22 de março de 2013

Geral

16:24
O secretário Estadual de Segurança Pública, Robert Rios Magalhães, confirmou nesta sexta-feira (22) que abriu processo administrativo para apurar denúncia de furto de energia (gato) na residência do delegado Regional de Piripiri Clayton Doce.
Robert Rios disse que não iria afastar o delegado, pois ele tem o direito de se defender e irá ouvi-lo para saber o que aconteceu.
“A casa está no nome da namorada, mas ele também mora lá. Vamos apurar por que é incompatível com a postura de delegado, mas vamos esclarecer”, disse Robert Rios.
O delegado disse ao Cidadeverde.com que a casa é alugada há um ano e não tinha conhecimento do “gato” de energia. “Antes de mim tinham moradores e vou ter que saber de onde partiu isso. Tomei conhecimento ontem do desvio de energia e estou buscando esclarecer tudo”, disse o delegado.
Clayton Doce garantiu ainda que está à disposição da Secretaria de Segurança para esclarecer todos os fatos.
A Eletrobras informou que uma equipe da polícia já fez a perícia na residência, que fica na rua Antenor de Araújo Freitas, no Centro de Piripiri.
Operação
O Núcleo de Repressão aos crimes da Administração e Serviços Públicos da Eletrobrás informou que em outra operação em Teresina constatou que o apartamento do delegado, na capital piauiense, também existia desvio de energia.
O apartamento fica no bairro Ininga e foi denunciado pelo vizinho. Em Piripiri, a noiva do delegado foi presa e levada ao Distrito da cidade. Ela pagou fiança e foi solta, porém não poderá se ausentar da comarca por 8 dias e não poderá mudar de endereço sem comunicação prévia da autoridade policial.
Flash Yala Sena/Cidadeverde.com

One Response to “Energia elétrica: Secretaria investiga “gato” em casa de delegado Regional”

  1. VALFREDO Says:

    A JUSTIÇA SEMPRE ESCLARECE NÃO VEM COM ESTA ASNEIRA A UM ANO ESTE DELEGADO SEM RECEBER FATURA COM VARIAÇÃO DEIXA DE CER CARA DE PAU SE FOSSE UM DE NOZ ESTAVA NA CADEIA COMO LADRÃO MAIS ELES NÃO ROUBA PEGA COM AUTORIDADE DO DISTINTIVO AI TUDO ESTA CERTO